Pesquisar
Close this search box.

AUTODITADO

SOBRE O AUTODITADO

O autoditado é uma das formas que utilizo para investigar o nível de escrita dos meus alunos. Geralmente escolho palavras de uma música ou história trabalhada anteriormente em aula.

Para essa atividade, escolhi os personagens da história Bruxa, bruxa, venha a minha festa.

Oriento que escrevam do seu jeito e procuro não auxiliar nessa escrita, pois preciso ver realmente quais as hipóteses as crianças estão levantando.

Após, analiso a fim de verificar em qual o nível de escrita a criança está. Os níveis são aqueles da Psicogênese: pré-silabico, silábico, silábico-alfabético e alfabético.

 

SOBRE O ARQUIVO

 

Arquivo em formato PDF e pronto para imprimir.  Lembrando que é PERMITIDO usar esse arquivo em sua aula presencial, enviar em pdf para seus alunos ou realizar durante aula síncrona. Fica PROIBIDO baixar o arquivo e postar em grupos de redes sociais ou de whatsapp destinados a educadores. A venda deste material é terminantemente PROIBIDA. Todas as imagens disponibilizadas aqui são protegidas pela lei dos direitos autorais, de nº 9.610/98 – proibindo cópias ilegais para outros sites, blogs ou redes sociais.

 

ATENÇÃO: se estiver baixando o arquivo via celular, talvez precise fazer login em sua conta Google. Se estiver pelo computador, esse login não é necessário.

Gostou de algum material que viu por aqui?

Ajude para que mais professores tenham acesso ao meu conteúdo.

Compartilhe o link da postagem.

Deixe também um comentário para eu saber o que você achou dessa postagem.

Além de me deixar muito feliz, seu feedback me mostra que esse tipo de conteúdo pode ser produzido mais vezes.

Picture of Professora Rosane Souza

Professora Rosane Souza

Meu nome é Rosane Souza, responsável pelo Ensinar com Amor. Nesse espaço eu compartilho atividades e dicas para suas aulas de alfabetização. Inspire-se a vontade. É uma alegria ter você aqui!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
WhatsApp

2 respostas

  1. Parabéns, professora, pelo seu trabalho e sua disponibilidade em compartilhá-lo, enriquecendo a prática profissional de outros colegas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *